Profissão: Jornalismo de Moda

Internet é terreno fértil para multiplicação do “eu acho” e esse mar de opiniões “cheias de propriedade” mudou o panorama de muitas profissões – inclusive (principalmente) do jornalismo. No mundo digital todo mundo tem um espaço possível para emitir conteúdo e essa facilidade é sedutora e convidativa. Sou jornalista (por formação e com diploma!), apaixonada por moda (com alguns certificados e muita prática na cobertura jornalística da área) e acho complicado lidar com esse excesso de conteúdo que cria muito barulho e ruído e nem sempre leva a algum lugar. Você, jornalista ou não, também não acha? Afinal, como diz minha colega de profissão Renata Piza, “jornalismo é coisa séria e escrever sobre moda não é tão simples quanto parece”! Nem todo mundo que escreve tem que ser jornalista, nem todo blogueiro tem que se formado em moda ou jornalismo, mas para quem pretende atuar seriamente nessas duas áreas (apaixonantes) vale buscar formação para criar informação. Ler nunca é demais, estudar tampouco, assim como buscar referências mais relevantes! Vou reunir alguns conteúdos para quem se interessa por esse caminho. Vamos começar então com os Conceitos Básicos:

Erika Palomina, Constanza Pascolato e Gloria Kalil
jornalistas e críticas de moda | Erika Palomina, Constanza Pascolato e Gloria Kalil

Jornalismo é | Atividade profissional que lida com notícias, dados factuais e divulgação de informações. É a prática de coletar, redigir, editar e publicar informações sobre eventos atuais. O jornalista pode atuar em várias áreas ou veículos de imprensa, como jornais, revistas, televisão, rádio, websites, blogs, assessorias de imprensa, etc. A notícia é a matéria-prima do Jornalismo, normalmente reconhecida como algum dado ou evento socialmente relevante que merece publicação numa mídia. A “arte” do Jornalismo é escolher os assuntos que mais interessam ao público e apresentá-los de modo atraente. Nem todo texto jornalístico é noticioso, mas toda notícia é potencialmente objeto de apuração jornalística. A atividade primária do Jornalismo é a observação e descrição de eventos, conhecida como reportagem. (fonte: adaptação Wikipédia)

Jornalismo é | A arte de comunicar e transmitir informações, filtrando o excesso de conteúdo e traduzindo na linguagem específica de cada noticia. É o repasse com ética e fidelidade da realidade para o público em geral, utilizando da prática de coletar, redigir, interpretar, editar e publicar informações de assuntos públicos, de interesse da população. (fonte: Profissão Moda)

Moda é |  A tendência de consumo da atualidade. A palavra moda significa costume e provém do latim modus. É composta de diversos estilos que podem ter sido influenciados sob vários aspectos. Acompanha o vestuário e o tempo, que se integra ao simples uso das roupas no dia-a-dia. É uma forma passageira e facilmente mutável de se comportar e sobretudo de se vestir. (fonte: Wikipédia)

Moda é |  Um fenômeno político, cultural, econômico – uma das áreas que mais movimenta capital no mundo inteiro – e, principalmente, social. A Moda deixou de ser apenas consumo desenfreado e passou a ser comportamento, a ser parte do cotidiano. É considerada, hoje, o reflexo da evolução dos tempos, da sociedade e do comportamento humano, definindo perfis e atitudes, expressando valores sociais e modificando hábitos. (fonte: Profissão Moda)

Jornalismo + Moda = Jornalismo de Moda

Jornalismo é um retrato da realidade e sua função é comunicar e transmitir informações. A Moda, uma das áreas que mais movimenta capital, é um fenômeno político, antropológico e, acima de tudo, social, fazendo parte do cotidiano das pessoas e envolvendo um mundo de sonhos. Assim, a função do jornalismo de moda é unir essas duas frentes para traduzir e comunicar ao leitor sobre os fenômenos desse universo. Um jornalista de moda deve saber como transmitir a quem vê um item do vestuário o que esta peça poderá fazer pela pessoa, o que ela representa e que cargas de emoção acompanham aquela composição. (fonte: Revide)

O papel do profissional de Jornalismo de Moda é, então, unir as duas vertentes, para comunicar, ao público consumidor, fenômenos, noticias e tendências – não só de roupas, mas principalmente de comportamento humano. É preciso saber interpretar e comunicar ao consumidor quais valores aquele produto carrega, como e porque vai querer usá-lo naquele momento e o que ele representa no ambiente em que se encontra. (fonte: Profissão Moda)

O que faz o profissional de Jornalismo de Moda?

O jornalista de moda desenvolve matérias que reportem fatos e novidades do universo da moda ao público através de veículos de comunicação como revistas, jornais, internet, tv e rádio. Elabora pauta, realiza produção jornalística e reportagem. Desenvolve trabalho edição de moda, envolvendo elaboração do conceito do editorial, seleção e contratação de fotógrafo, modelo, cabeleireiro, maquiador e produtor de moda, bem como aprovação final e edição de todo o trabalho desenvolvido por esses profissionais. Faz a cobertura de eventos, análise e crítica de moda.

O profissional atua, dentre muitas vertentes, como repórter, produtor jornalístico, editor de moda, crítico de moda em veículos de comunicação como revistas, jornais, internet e rádio. Ele pode também atuar como Assessor de Imprensa para empresas de todos os elos da cadeia têxtil. O Assessor de Imprensa é o profissional que faz a ponte de informações entre a empresa que o contrata e a mídia, elaborando press releases, encaminhando peças de seus clientes para a produção de editoriais de moda, organizando entrevistas e fazendo a atendimento à imprensa em desfiles e eventos de moda”. (fonte: EnModa)

foto | reprodução

4 comentários Adicione o seu

  1. Dani Condeixa disse:

    Adorei a matéria! Estou terminando a faculdade de moda e gostaria de fazer uma pós em Jornalismo de Moda. Mas estou em dúvidas sobre o mercado de trabalho, gostaria muito da sua opinião, já que está dentro dessa área! Obrigada.

    Caso queira visitar meu blog, será muito bem-vinda.

    http://umluxodemulher.blogspot.com.br/

    1. Olá Dani. Que bom q vc gostou da matéria! Se vc gosta realmente da combinação das áreas jornalismo + moda, vá em frente. O mercado é concorrido, as vagas nem sempre estão sobrando, mas vale sempre a pena correr atrás dos seus objetivos. Com essa pós vc poderá trabalhar em sites, revistas, rádios, TV’s ou em assessorias de imprensa. Vale a pena analisar qual o futuro da área onde vc mora, como é seu mercado, se realmente vc não morar nos grandes centros. É isso, boa sorte… bjs.

  2. Taynara disse:

    A matéria é realmente muito boa! Mas ultimamente tenho me perguntado em qual formação é melhor investir. Sou formada em técnico de moda, fiz quase um ano de jornalismo na faculdade e me encontrei me perguntando se tinha feito a escolha certa, já que escutei muita gente do ramo dizendo que era melhor uma formação em moda. Como eu já estava descontente com o curso de jornalismo, fiz a mudança para moda, mas não nego que ainda surge na minha cabeça a dúvida em qual área é melhor se formar. Até porque em relação a estágio, ultimamente tenho visto muitas revistas e jornais não abrirem vaga para estudantes de moda.

    Obrigada pela ajuda!

    1. Pois é Taynara, na verdade as duas formações são importantes. O diferencial p chegar aonde se quer é realmente ter um diferencial. boa sorte! Bjs!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s