Guia de Compras para Liquidações

Todo final de estação marca o início de uma temporada que enlouquece qualquer Becky Bloom: é tempo de liquidação, sale, OFF, promoção! E fashionista antenado que se preze sabe comprar as peças mais versáteis, úteis e bonitas – e ainda por cima com aquele desconto. Mas atenção: mesmo quando as lojas reduzem seus preços pela metade, muito cuidado para não estourar o cartão de crédito. Tem que se segurar e selecionar bem as peças que realmente valem a pechincha. Vamos às dicas para se dar bem nas liquidações:

shop1

Escolha a hora certa de ir às compras. Marque presença mais cedo para aproveitar as seleções imperdíveis e vá nas horas finais para caçar as remarcações mais baixas. Lembre-se de que poucos provadores vão estar disponíveis: por isso use roupas folgadas ou leggings ajustadas para facilitar a prova. O mais importante: peças em liquidação geralmente não podem ser devolvidas ou trocadas, por isso pense 10 vezes antes de fazer a compra de um vestido amassado que você encontrou no chão, mesmo que esteja com 90% de desconto.

Compre pela estação. Aproveite as melhores épocas do ano para adquirir diferentes itens na liquidação. De março em diante é a melhor época para barganhar roupas de praia. Já a partir de agosto você encontra as melhores remarcações de casacos.

Seja um cliente fiel. Conheça a agenda de remarcações da sua loja favorita. Seja amigável com os vendedores e eles vão manter você informada sobre as liquidações programadas ou até mesmo guardar algumas peças mais especiais para você.

Dúvida-Chave. Mais importante, pergunte a si mesmo, “Compraria isto se não estivesse em liquidação?”. Se a resposta for não, siga em frente. Não é uma barganha se você não usar.

Não se precipite. As horas voam quando estamos no shopping, então vai ficando tentador comprar algo para evitar a sensação de estar perdendo tempo. Comprar no desespero normalmente leva ao arrependimento.

Vá além dos cabides. A peça no cabide pode ser enganadora. Jamais compre uma peça sem provar antes.

Compre para o corpo que você tem. Mesmo que esteja planejando perder peso, não compre roupas muito apertadas— elas apenas vão fazer você parecer mais pesada. Lembre-se que a ideia é fazer você parecer bem agora, e você irá – se suas roupas se ajustarem ao seu corpo corretamente.

shop2

Compre para a realidade do seu dia a dia. Seu estilo de vida dos sonhos pode envolver muitos vestidos e saltos altos, mas se o seu dia a dia se adequa mais às calças e sapatilhas, então é isto que você deve comprar. Ser chic também é estar confortável e vestida de acordo com o seu estilo de vida. Roupas que não se ajustam aos critérios do seu dia a dia vão acumular poeira. Não importa o quanto você as ame.

Evite comprar peças com muitas “cópias”. Quando comprar qualquer peça estampada, verifique se não há milhares de variações iguais nos cabides. Não é animador se deparar com um vestido igual – em nenhuma ocasião.

Teste o conforto da roupa. Confie na sua sensibilidade. Você nunca vai usar uma roupa que irrite ou seja desconfortável, não importa quão bonita ela seja.

Calcule o preço da roupa pelo aproveitamento. Calcule o número de vezes que você pode usar a peça que está comprando. Um vestido preto mais caro pode valer pena se você sabe que vai usá-lo muitas vezes. Já um vestido com estampa de onça em liquidação pode sair mais caro do que você imagina, porque certamente vai ter bem menos aproveitamento.

shop3

Vale investir em peças que precisam de ajustes? Nessa época do ano, mesmo as lojas que tem costureira, não arcam com esse serviço e ele vai ter que sair do seu bolso. Por isso fique atenta ao tipo de peça que quer comprar: camisas e calças de alfaiataria, jeans e vestidos de festa clássicos entram na lista dos “compráveis”. Itens de moda, que logo sairão de circulação, se encaixam nos “não-compráveis”.

Vale comprar o vestido para a festa que é no final do ano? Depende do tipo de vestido. Mesmo precisando de ajustes, vestidos de festa são itens “compráveis” no liquida. Porém, se ele é muito “cara do inverno” ou estampado, corre o risco de na época do evento você se apaixonar pelas estampas e cores da estação vigente, e não querer aproveitar a peça, daí o gasto vai ser dobrado. É melhor pensar bem!

Vale comprar peças estampadas? Depende. As estampas alegram o visual, então nada mal pechinchar boas peças durante as liquidações. Mas, se você é daquelas que não suporta ser “datada” pela roupa, é melhor guardar o dinheiro para investir nas novas coleções.

Vale comprar peças de couro? Vale sim. Couro é item atemporal no closet, apesar de às vezes estar mais, ou menos em alta. Cuidado na forma de guardar a peça e com certeza você irá aproveitá-la muitas e muitas vezes ainda, independente da estação.

Vale investir em botas e sapatos fechados? Com certeza. As botas são clássicas e super usáveis, principalmente se você viaja bastante. Já os sapatos fechados, estilo scarpin, nunca saem de moda e podem ser muito usados em ocasiões formais.

Qual o tipo de sandália que eu não posso deixar de comprar? As clássicas. Sabe as pretas, nudes, camelo, bege, com tiras, na linha peeptoe, etc.? Essas podem ser consideradas verdadeiros achados de promoção e valem cada real gasto.

fotos / reprodução

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s